Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores

Policiais civis reclamam da falta de médicos em Arcoverde

Agentes da Polícia Civil de Arcoverde, no Sertão de Pernambucano, reclamam da falta de médicos no Hospital Regional Ruy de Barros Correia e na Policlínica Municipal. Neste domingo (13), eles entraram em contato com o G1 e disseram que, há 48 horas, faltam profissionais para realizar exames traumatológicos.

De acordo com um deles, o agente Cícero Neto, ao menos oito procedimentos foram prejudicados. "Tínhamos quatro pessoas para recolher e isso só pode ser feito após o exame traumatológico. Como não conseguimos, o delegado Rivelino Ferreira entrou em contato com o Presídio Brito Alves para recebê-los sem o laudo", disse. Ainda segundo o agente, os outros quatro eram casos de pessoas com lesões fortes, visíveis, que não desaparecerão rapidamente, portanto, elas foram orientadas a ficar atentas para quando houver médicos.

A redação do G1 entrou em contato com a Policlínica Municipal de Arcoverde. O enfermeiro-chefe Jairo Pacheco disse que há cerca de dois meses não há médico aos domingos. Contudo, neste dia 13, a partir das 14h, uma médica virá para o plantão. "Aqui, médico é difícil, mesmo ganhando bem. Na sexta, por exemplo, faltaram pediatra e clínico no Hospital Regional, que é uma unidade de grande porte", afirmou.

Em contato com o Hospital Regional de Arcoverde, a atendente informou que o clínico geral não havia chegado ainda. No plantão estavam o pediatra, anestesista, cirurgião e ortopedista. Os responsáveis pela administração não foram encontrados.

O delegado Rivelino Ferreira estava ocupado e não pôde comentar os casos, porém, o agente Cícero Neto informou que a polícia pretende entrar em contato com o promotor do município.link

0 comentários: