Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores

Imagens de policial agredindo e ameaçando cobrador serão levadas à delegacia segunda

Somente na próxima segunda-feira (11), a polícia terá acesso às imagens da câmera de segurança de um ônibus que registram as agressões sofridas por um cobrador após um policial militar armado invadir o coletivo, na última quarta (08). A filmagem deverá auxiliar as investigações e só serão entregues com agilidade porque a Associação dos Rodoviários de Pernambuco (Abip) fez um protesto na porta da garagem da empresa São Paulo, na Avenida Beberibe, no Arruda na tarde desta sexta. 

Os dirigentes da Abip fizeram um acordo com a empresa e combinaram de, na segunda, às 10h, irem até a garagem acompanhados por um policial civil. Com a autoridade ao lado, eles poderão pegar a gravação e ir direto para a Delegacia do Alto do Pascoal, onde o delegado Flávio Tau Campos investiga o caso.

"Acertamos com a empresa e esperamos que assim a Justiça seja feita. Se um policial ou outro passageiro tivesse sido morto dentro de um ônibus, todos entregariam tudo rapidamente e a investigação teria avançado. Agora um rodoviário foi agredido e humilhado e ninguém faz absolutamente nada", desabafou José Carlos, membro da diretoria da Abip.

Caso
Na última quarta-feira (06), um policial militar invadiu um ônibus armado com um revólver no Alto José Bonifácio, na Zona Norte do Recife. De acordo com a polícia, o soldado do 1º Batalhão de Polícia Militar entrou no ônibus da linha Alto José Bonifácio – Avenida Norte, ameaçou o motorista e dois cobradores com uma arma e agrediu verbalmente os passageiros.

O PM prestou depoimento e vai responder um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). Testemunhas contaram que, antes da agressão, a esposa do militar queixou-se de demora da chegada do ônibus no terminal. Cobradores de ônibus teriam respondido à reclamação e a mulher teria chamado o marido para tomar satisfações.

Ao chegar ao terminal, o PM interrompeu a passagem do ônibus parando seu carro na frente do coletivo. Sem usar farda, o PM teria puxado a arma e ameaçado as pessoas. A polícia foi acionada e conseguiu conter o soldado.link

0 comentários: