Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores

Ministério Público recomenda que agricultor suspeito de matar promotor continue preso

O agricultor Edmacy Cruz Ubirajara, de 45 anos, apontado como executor do promotor de Justiça Thiago Faria Soares, deverá permanecer preso no Centro de Triagem (Cotel), em Abreu e Lima. Pelo menos essa é a opinião do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), que recomendou a manutenção da prisão do suspeito, em parecer enviado à Justiça. O pedido de revogação de prisão de Edmacy foi encaminhado pelo advogado Anderson Flexa no último dia 19.

Agora caberá ao juiz da Comarca de Itaíba, Caio Neto de Jomael Oliveira Freire, decidir pela manutenção da prisão ou pela liberdade do suspeito. Ao advogado, o MPPE alegou que a soltura de Edmacy atrapalharia as investigações. Dependendo da decisão do juiz, a defesa do agricultor definirá se entra ou não com um pedido de habeas corpus. Ele foi detido no dia 15 de outubro após ser reconhecido pela advogada Mysheva Ferrão Martins, que era noiva do promotor e testemunhou o crime.

O promotor Thiago Faria foi assassinado na PE-300, no Agreste Pernambuco. Segundo as investigações, o magistrado seguia para o trabalho, na companhia da noiva, a advogada Mysheva Freire Ferrão Martins, e do tio Adautivo Elias Martins, quando foi surpreendido pelos executores. A mulher conseguiu pular do carro quando o primeiro tiro foi disparado, sofrendo apenas escoriações. O outro parente de Tiago também conseguiu escapar. Apontado como mandante do crime, o fazendeiro José Maria Pedro Rosendo Barbosa, cunhado de Edmacy, continua foragido. link
 


0 comentários: