Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores

Policiais militares mantêm a forma correndo em grupo

Treino é diário e corresponde a mais  de 10 km, entre a  Benfica e o Parque da Jaqueira. Foto: Julio Jacobina/DP/D.A PressPoliciais mais companheiros e mais dispostos ao trabalho no Batalhão de Policiamento de Choque (BPChoque) da Polícia Militar de Pernambuco. Cerca de 50 militares estão fazendo parte de um grupo de corrida que tem conseguido promover uma interação maior entre os policiais e uma melhoria na qualidade de vida. O Choque Running já acumula corredores premiados e relatos de PMs que perderam peso e estão trabalhando com mais disposição.

Uma das pessoas que não falta a um treino, que acontece diariamente, é o subcomandante do batalhão, major Sérgio Cabral. "Já perdi 11 kg e passei a sentir menos dores com a minha hérnia de disco. Além disso, minha pressão arterial agora está controlada", diz. Criado no ano de 2012, o Choque Running começou tímido. Tinha apenas sete integrantes. No entanto, os resultados apresentados pelos corredores e a harmonia entre os militares fez com que o grupo crescesse. "Nossa corrida tem, em média, mais de 10 quilômetros. O grupo deixa o Batalhão de Choque (Rua Benfica) e vai até o Parque da Jaqueira.  Todos retornam com mais ânimo", conta o subcomandante.

Conhecido no batalhão como "Filho do vento", o soldado Airton Alves, 31, coleciona vários troféus e medalhas. No ano passado, o militar foi o campeão da Corrida dos Guararapes, que tem um percurso de 10 quilômetros. "Na competição anterior, eu não consegui terminar a prova porque desmaiei. Estava perto de chegar ao final, mas não aguentei", revelou.

As PMs Milca Jovina da Silva, 24, e Amanda Morais, 27, também são integrantes do grupo. Jovina chegou ao batalhão em abril de 2013 e logo começou a se dedicar à corrida. "Antes de entrar para polícia, eu corria apenas por obrigação e por necessidade, devido aos testes físicos que ira fazer. Agora, já estou participando de competições e ganhando medalhas", disse. 

Entre os integrantes do Choque Running até ultramaratonista já pode ser encontrado. Com 29 anos de idade, o soldado Gustavo Aureliano corre há pouco mais de um ano. "Comecei com a distância de 10km. Depois conheci um grupo que fazia percurso de 21km e comecei a treinar. No fim do ano passado participei de uma ultramaratona de revezamento no Rio Grande do Norte. Meu grupo ficou em oitavo lugar", explicou, exibindo o troféu da corrida. (Wagner Oliveira)LINK

0 comentários: