Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores

Casal homicida é preso em vitoria com 5 pistolas, drogas

           
Na manhã deste sábado(07), Policiais do Grupo de Apoio Tático Itinerante, (GATI) do 21° BPM da cidade de vitoria de santo Antão, prenderam no bairro do Jardim Ipiranga, na área urbana da cidade, um casal suspeito de ter cometido pelo menos 15 homicídios, em Jaboatão dos Guararapes, na região metropolitana do Recife. 
No imóvel onde estavam Antônio Augusto Tavares da Silva Filho de 27 anos, e sua companheira Erika Veruska Tavares da Cruz de 30 anos. A policia apreendeu um verdadeiro arsenal de armas e munições, e uma grande quantidade de drogas. 
Foram localizados na casa, 5 pistolas, sendo uma de 9 milímetros de uso exclusivo. 9 carregadores de pistolas, 192 munições de calibres diversos, um colete aprova de balas, duas espingardas de ar comprimido, um revólver calibre 38, conhecido por TA.3, algemas, dois rádios comunicadores, 4 relógios de pulso, duas máquinas fotográficas, vários tabletes de maconha prensada, pensado aproximadamente 15.Kg, duas pedras de crack pesando aproximadamente meio Kg, a quantia de R$: 17.860,00 em espécie, e duas placas de carro.

Segundo o Tenente Marcos do batalhão monte das tabocas; Contra Antônio, conhecido por "Gugu" haviam 5 mandados de prisão em seu desfavor por homicídios. O Tenente ainda revelou que o suspeito teria cometido pelo menos 15 homicídios na cidade de Jaboatão e que na manhã de hoje(07), caso ele não fosse preso iria cometer outro homicídio na cidade de Caruaru, no agreste do estado. 

Gugu é considerado foragido do sistema prisional de Canhotinho, onde cumpria pena pelos crimes praticados. 

O delgado Francisco Caúla que fez a ouvida do suspeito, nos relatou que Antônio contava com apoio da companheira, que era o cavalo na fuga. Segundo a policia a mulher dava fuga ao marido após os crimes
A casa onde o casal foi preso seria para refúgio, mas toda a transação deles era na região metropolitana do recife.



                                                                         Por Eliel Magno




                             

                            

                            



0 comentários: